Home Rock Nacional

Rock Nacional

Todo dia O sol da manhã vem e lhes desafia Traz do sonho pro mundo quem já não queria Palafitas, trapiches, farrapos Filhos da mesma agonia E a cidade Que tem braços abertos num cartão-postal Com os punhos fechados da vida real Lhes nega oportunidades Mostra a face dura do mal Alagados, Trenchtown, Favela da […]
O gato preto cruzou a estrada Passou por debaixo da escada. E lá no fundo azul na noite da floresta. A lua iluminou a dança, a roda, a festa. Vira, vira, vira Vira, vira, vira homem, vira, vira Vira, vira, lobisomen Vira, vira, vira Vira, vira, vira homem, vira, vira Bailam corujas e pirilampos entre […]
Dizer, o que eu posso dizer Se estou cantando agora Pra você Ouvir com outra pessoa É que às vezes acho Que não sou o melhor Pra você Mas às vezes acho Que poderíamos ser O melhor pra nós dois Só quero que saiba Entre razões e emoções A saída É fazer valer a pena […]
Jurei mentiras E sigo sozinho Assumo os pecados Uh! Uh! Uh! Uh! Os ventos do norte Não movem moinhos E o que me resta É só um gemido Minha vida, meus mortos Meus caminhos tortos Meu Sangue Latino Uh! Uh! Uh! Uh! Minh’alma cativa Rompi tratados Traí os ritos Quebrei a lança Lancei no espaço […]
A vida me presenteou com dois primos já marmanjos Um, muito justo, era o Augusto O safado era o Berssange Numa tarde ensolarada toda aquela cirançada tomando refrigerante… Com a família embebedada foi mais fácil armar uma bimbada Prum recém adolescente Pois foi Berssange, primo velho e cancrado, que com muito do cuidado Chegou pra […]
Às vezes se eu me distraio Se eu não me vigio um instante Me transporto pra perto de você Já vi que não posso ficar tão solta Me vem logo aquele cheiro Que passa de você pra mim Num fluxo perfeito Enquanto você conversa e me beija Ao mesmo tempo eu vejo As suas cores […]
Eu devia estar contente porque eu tenho um emprego Sou o dito cidadão respeitável e ganho quatro mil cruzeiros por mês Eu devia agradecer ao Senhor Por ter tido sucesso na vida como artista Eu devia estar feliz porque consegui comprar um Corcel 73 Eu devia estar alegre e satisfeito por morar em Ipanema Depois […]
Amor da minha vida Daqui até a eternidade Nossos destinos Foram traçados na maternidade Paixão cruel desenfreada Te trago mil rosas roubadas Pra desculpar minhas mentiras Minhas mancadas Exagerado Jogado aos teus pés Eu sou mesmo exagerado Adoro um amor inventado Eu nunca mais vou respirar Se você não me notar Eu posso até morrer […]
Lança menina Lança todo esse perfume Desbaratina Não dá pra ficar imune Ao teu amor Que tem cheiro De coisa maluca Vem cá, meu bem Me descola um carinho Eu sou neném Só sossego com beijinho Vê se me dá o prazer De ter prazer comigo Me aqueça! Me vira de ponta cabeça Me faz […]
A gente não sabemos Escolher presidente A gente não sabemos Tomar conta da gente A gente não sabemos Nem escovar os dente Tem gringo pensando Que nóis é indigente “Inúteu”! A gente somos “inúteu”! “Inúteu”! A gente somos “inúteu”! A gente faz carro E não sabe guiar A gente faz trilho E não tem trem […]
Como se o silêncio dissesse tudo Um sentimento bom que me leva pra outro mundo A vontade de te ver já é maior que tudo Não existem distâncias no meu novo mundo Tipo coisas da sétima arte Aconteceu sem que eu imaginasse Sonho de consumo cantar na sua festa Vem dançar comigo Aproveita e me […]
Olha nao sou daqui Me diga onde estou Não há tempo não há nada Que me faça ser quem sou Mas sem parar pra pensar Sigo estradas, sigo pistas pra me achar Nunca sei o que se passa Com a manias do lugar Porque sempre parto antes Que comece a gostar de ser igual, qualquer […]
Toda brincadeira Não devia ter hora pra acabar E toda quarta-feira Ela sai sem pressa pra voltar Esmalte vermelho Tinta no cabelo Os pés num salto alto Cheios de desejo Vontade de dançar Até o amanhecer Ela está suada Pronta pra se derreter Ela é puro êxtase Êcstasy! Barbies, Betty Boops Puro êxtase Galo cantou […]
Janaína acorda todo dia às quatro e meia E já na hora de ir pra cama, Janaína pensa Que o dia não passou Que nada aconteceu Janaína é passageira Passa as horas do seu dia em trens lotados Filas de supermercados, bancos e repartições Que repartem sua vida Mas ela diz Que apesar de tudo […]
Quando você disse nunca mais Não ligue mais, melhor assim Não era bem o que eu queria ouvir E me disse decidida, saia da minha vida Que aquilo era loucura, era absurdo E mais uma vez você ligou Dias depois, me procurou Com a voz suave, quase que formal E disse que não era bem […]
Andava na rua à noite totalmente só Vez ou outra via coisas em bancas de jornal Pensava na gaja, sem motivo me deixou Quando de repente ouvi alguém pequeno gritaire Qualquer cola? Poesia? Mariola? Quem vai? Ah! Quem vai? E perguntei a ela: O que fazes aqui? Hein, hein? Ela disse, faminta: Tentando te esquecer! […]
Pra que mentir Fingir que perdoou Tentar ficar amigos sem rancor A emoção acabou Que coincidência é o amor A nossa música nunca mais tocou… Pra que usar de tanta educação Pra destilar terceiras intenções Desperdiçando o meu mel Devagarzinho, flor em flor Entre os meus inimigos, beija-flor Eu protegi o teu nome por amor […]
Enquanto você Se esforça pra ser Um sujeito normal E fazer tudo igual Eu do meu lado Aprendendo a ser louco Um maluco total Na loucura real Controlando A minha maluquez Misturada Com minha lucidez Vou ficar Ficar com certeza Maluco beleza Eu vou ficar Ficar com certeza Maluco beleza E esse caminho Que eu […]
Eu, que já andei pelos quatro cantos do mundo procurando Foi justamente num sonho que Ele me falou Às vezes você me pergunta Por que é que eu sou tão calado Não falo de amor quase nada Nem fico sorrindo ao teu lado Você pensa em mim toda hora Me come, me cospe, me deixa […]
Como as folhas, como o vento Até onde vai dar o firmamento Toda hora enquanto é tempo Vivo aqui neste momento Hoje aqui, amanhã não se sabe Vivo agora antes que o dia acabe Neste instante, nunca é tarde Mal começou e eu já estou com saudade Me abraça, me aceita Me aceita assim meu […]
Meu pai não tinha educação Ainda me lembro Era um grande coração Ganhava a vida Com muito suor E mesmo assim Não podia ser pior Pouco dinheiro Pra poder pagar Todas as contas E despesas do lar Mas Deus quis Vê-lo no chão Com as mãos Levantadas pro céu Implorando perdão Chorei! Meu pai disse […]
Penso! Como vai minha vida Alimento, todos os desejos Exorciso, as minhas fantasias Todo mundo tem um pouco De mêdo da vida… Prá que perder tempo Desperdiçando emoções Grilar! Com pequenas provocações Ataco, se isso for preciso Sou eu quem escolho e faço Os meus inimigos… “Saudações, a quem tem coragem” Aos que tão aqui […]
Existirá em todo porto tremulará A velha bandeira da vida Acenderá todo farol iluminará Uma ponta de esperança E se virá Será quando menos se esperar Da onde ninguém imagina Demolirá toda certeza vã não sobrará Pedra sobre pedra Enquanto isso Não nos custa insistir Na questão do desejo Não deixar se extinguir Desafiando de […]
No beco escuro explode a viloência Eu tava preparado Descobri mil maneiras de dizer o teu nome Com amor, ódio, urgência Ou como se não fosse nada No beco escuro explode a violência Eu tava acordado Ruínas de igrejas, seitas sem nome Paixão, insônia, doença Liberdade vigiada No beco escuro explode a violência No meio […]
Um tanto quanto másculo Com m maiúsculo Vejam só os meus músculos Que com amor cultivei Minha pistola é de plástico Em formato cilíndrico Sempre me chamam de cínico Mas o porquê eu não sei O meu bumbum era flácido Mas esse assunto é tão místico Devido ao ato cirúrgico Hoje eu me transformei O […]
LEGALIZE JÁ! Digo foda-se as leis e todas regras Eu não me agrego a nenhuma delas Me chamam de marginal só por fumar minha erva Porque isso tanto os interessa Já está provado cientificamente O verdadeiro poder , que ela age sobre a mente Querem nos limitar de ir mais além É muito fácil criticar […]
Ô pacato cidadão, te chamei a atenção Não foi à toa, não C’est fini la utopia, mas a guerra todo dia Dia a dia não E tracei a vida inteira planos tão incríveis Tramo à luz do sol Apoiado em poesia e em tecnologia Agora à luz do sol Pacato cidadão Ô pacato da civilização […]
Não sei o que fazer Não sei o que fazer Eu saio por aí Sem ter aonde ir Não é sete de setembro Nem dia de finados Não é sexta-feira santa Nem um outro feriado E antes que eu esqueça aonde estou Antes que eu esqueça aonde estou Aonde estou com a cabeça? Tudo está […]
Eu tomo pinga Eu não sei o que é melhor pra mim Eu tomo pinga Mesmo já sabendo o que vai dar no fim Eu tomo pinga Será que eu tô gostando de viver assim? Eu tomo pinga Será que isso é bom ou ruim? Aah… Aah…. Se eu fosse o Pelé tomava café Se […]
Eu tenho pressa de vencer (eu tenho pressa) Eu tenho pressa de vingar (eu tenho pressa) Vencer para me suceder (eu tenho pressa) Vingar pra me realizar (eu tenho pressa) Vivendo assim eu vou morrer Vivendo assim eu vou matar Eu tenho pressa de vencer Eu tenho pressa de vingar Pa pa para pa pa […]
Que mulher ruim Jogou minhas coisas fora Disse que em sua cama eu não deito mais não A casa é minha, você que vá embora Já pra saia da sua mãe e deixa meu colchão Ela é pró na arte de pentelhar e aziar É campeã do mundo A raiva era tanta que eu nem […]
Mina, Seus cabelo é “da hora”, Seu corpo é um violão, Meu docinho de coco, Tá me deixando louco. Minha Brasília amarela Tá de portas abertas, Pra mode a gente se amar, Pelados em Santos. Pois você é minha “Pitxula”, Me deixa legalzão, Não me sinto sozinho, Você é meu chuchuzinho! Music is very good! […]
Nesse show não entra menor Um homem censurou, tava de mau humor Não tinha dormido bem, porque não levantou Pense como ia ser bom Se nós fizesse um som que ultrapassasse A barreira das AM, FM e do elevador Aí sim, dá um selinho E mostra o seio that you saw Quando eu te vi […]
A minha alma tá armada E apontada para a cara Do sossego Pois paz sem voz Paz sem voz Não é paz é medo As vezes eu falo com a vida As vezes é ela quem diz Qual a paz que eu não quero Conservar para tentar ser feliz As vezes eu falo com a […]
Primavera se foi E com ela meu amor Quem me dera poder Consertar tudo o que eu fiz O perfume que andava Com o vento pelo ar Primavera soprando Pr’um caminho Mais feliz Mais feliz Pois a rosa Que se esconde No cabelo mais bonito É um grito, quase um mito Uma prova De amor! […]
Lembra então daquela vez que ti vi Caminhando sob o sol de manhã Tudo que eu sempre quis estava ali E você chegou Você sorriu mas não deixou Eu terminar Quis dizer que era você Que vim procurar Nem a rosa que comprei Te fez parar Mas só o beijo que eu roubei Fez você […]
[Verso 1: P.MC] Vamo trocá uma idéia, agora Chega aí, se liga no papo que rola União, separação, diferente, igual Irmão, qual é então? Se pode, não pode Querem manipular você Eles gostam de falar, falar, pode crer Não se misturar… Separar… Nada a ver União vai prevalecer Falo o que falo sim, não vou […]
O quê o que que essa criança tá fazendo aí toda mocinha? Vê, já sabe rebolar, e hoje em dia quem não sabe Se ela der mole eu juro que eu não faço nada Dá cadeia e é contra o costume Mas se eu tiver na rua e ela de mão dada com outro cara […]
custei pra acreditar no mal que você me fez mas percebi, agora dessa vez vou me libertar pra poder viver à tua ausência eu já me acostumei minha inocência, agora eu já provei vou me libertar, vou me libertar pra poder viver, vou me libertar uma noite pra nós dois deixa o resto pra depois […]
Bem aventurados sejam Aqueles que amam Essa desordem Nós viemos a reboque Este mundo É um grande choque Mas não somos desse mundo De cidades em torrente De pessoas em corrente Errar não é humano Depende de quem erra Esperamos pela vida Vivendo só de guerra Errar não é humano Depende de quem erra Esperamos […]
Chegô o fim se semana Eu quero é diversão Ôpa, até que enfim chegou a sexta Também, depois de uma semana inteira Acordando de madrugada para trabalhar Prá distrair a mente, um chopp no bar Um Pagodão prá relaxar, rolando o bole-bole Quem sabe, rapadura é doce mas não é mole Fim de semana é […]
Eu queria tanto encontrar Uma pessoa como eu A quem eu possa confessar alguma coisa sobre mim Quando acontece um grande amor assim como você e eu o tempo passa por nós dois não lembro o que aconteceu Eu queria tanto encontrar Uma pessoa como eu A quem eu possa confessar alguma coisa sobre mim […]