Home Playlist das músicas mais tocadas de "Gal Costa"

Músicas Mais Tocadas de Gal Costa

Maiores Sucessos de Gal Costa:
Balancê Top #01 (1980)
Baby (ft Caetano Veloso) Top #03 (1968)
Dia de domingo (ft Tim Maia) Top #03 (1985)
Festa do interior Top #06 (1982)
Brasil (ft Cazuza) Top #09 (1988)
Que pena Top #11 (1969)
Como dois e dois Top #13 (1971)
Folhetim Top #15 (1978)
Chuva de prata Top #15 (1985)
10° Discotheque Top #20 (1997)
11° Não identificado Top #23 (1969)
12° London london Top #23 (1970)
13° Sonho meu Top #28 (1979)
14° Divino maravilhoso Top #29 (1968)
15° Nada mais Top #38 (1984)
16° Vaca profana Top #40 (1985)
17° Pérola negra Top #44 (1972)
18° Tigresa Top #47 (1977)
19° Hotel das estrelas Top #53 (1970)
20° De fogo, luz e paixão Top #53 (1978)
21° Açai Top #55 (1982)
22° Força estranha Top #55 (1979)
23° Noites cariocas Top #57 (1980)
24° Bloco de prazer Top #58 (1983)
25° Modinha para Gabriela Top #62 (1975)
26° Só louco Top #64 (1976)
27° India Top #76 (1972)
28° De amor eu morrerei Top #79 (1974)
29° Luz do sol Top #80 (1983)
30° Caminhos cruzados Top #81 (1993)
31° Volta Top #99 (1973)
32° Meu bem, meu mal Top #100 (1981)
Fagulhas, pontas de agulhas Brilham estrelas de São João Babados, xotes e xaxados Segura as pontas meu coração Bombas na guerra-magia Ninguém matava, ninguém morria Nas trincheiras da alegria O que explodia era o amor Nas trincheiras da alegria O que explodia era o amor Fagulhas, pontas de agulhas Brilham estrelas de São João Babados, […]
Quando um coração que está cansado de sofrer Encontra um coração também cansado de sofrer É tempo de se pensar, Que o amor pode de repente chegar Quando existe alguém que tem saudade de outro alguém E esse outro alguém não entender Deixe esse novo amor chegar, Mesmo que depois seja imprescindível chorar Que tola […]
Vem de uma remota batucada Uma cadência bem marcada Que uma baiana tem no andar E nos seus requebros e maneiras Na graça toda das palmeiras Esguias, altaneiras A balançar São da cor do mar, da cor da mata Os olhos verdes da mulata São cismadores e fatais E um beijo ardente, perfumado Conserva o […]
Não me convidaram Pra essa festa pobre Que os homens armaram pra me convencer A pagar sem ver Toda essa droga Que já vem malhada antes de eu nascer Não me ofereceram Nem um cigarro Fiquei na porta estacionando os carros Não me elegeram Chefe de nada O meu cartão de crédito é uma navalha […]
Você precisa saber da piscina Da margarina, da Carolina, da gasolina Você precisa saber de mim Baby, baby, eu sei que é assim Você precisa tomar um sorvete Na lanchonete, andar com a gente Me ver de perto Ouvir aquela canção do Roberto Baby, baby, há quanto tempo Você precisa aprender inglês Precisa aprender o […]
Pra libertar meu coração Eu quero muito mais Que o som da marcha lenta Eu quero um novo balancê O bloco do prazer Que a multidão comenta Não quero oito nem oitenta Eu quero o bloco do prazer E quem não vai querer? Mamãe mamãe eu quero sim Quero ser mandarim Cheirando gasolina Na fina […]
Luz do sol Que a folha traga e traduz Em verde novo Em folha, em graça, em vida em força, em luz Céu azul Que venha até onde os pés Tocam na terra E a terra inspira e exala seus azuis Reza, reza o rio, córrego pro rio o rio pro mar Reza correnteza, roça […]
Sou uma estrela brincando no seio da noite Uma estrela brilhando, sou um pedacinho do Sol Coração sem destino Preso aos véus da poesia Sou uma estrela cadente Faça um pedido ao silêncio Se alguma vez me encontrar Faça um pedido ao silêncio Se alguma vez me encontrar Sou um cometa vadio manchando o teu […]
Sinto quando alguém te interessa Mesmo quando finges que não vês Se desapareces numa festa, eu já sei Não te quero ouvir falar do tempo Se eu só pergunto onde vais Mas se quiser saber se voltas logo You don’t know, nada mais Vão dizer que são tolices Que podemos ser felizes Mas tudo que […]
F7 Bb Sei que ao meu coração Bb° Só lhe resta escolher Bb Os caminhos que a dor G7 Cm Sutilmente traçou para lhe aprisionar F7 Nele cabe sonhar com o que definhou Cm Vou me repreender F7 Pra não mais me envolver Bb G7 Cm Nessas tramas de amor F7 Bb Eu bem sei […]
Atenção ao dobrar uma esquina Uma alegria, atenção menina Você vem, quantos anos você tem? Atenção, precisa ter olhos firmes Pra este sol, para esta escuridão Atenção Tudo é perigoso Tudo é divino maravilhoso Atenção para o refrão É preciso estar atento e forte Não temos tempo de temer a morte Atenção para a estrofe […]
Eu vou fazer uma canção pra ela Uma canção singela, brasileira Para lançar depois do carnaval Eu vou fazer um iê-iê-iê romântico Um anticomputador sentimental Eu vou fazer uma canção de amor Para gravar num disco voador Eu vou fazer uma canção de amor Para gravar num disco voador Uma canção dizendo tudo a ela […]
Quando eu vim pra esse mundo eu não atinava em nada, Hoje eu sou Gabriela Gabriela eu meus camaradas. Eu nasci assim, Eu cresci assim, E sou mesmo assim, Vou ser sempre assim, Gabriela! Sempre Gabriela! Quem me batizou, Quem me nomeou, Pouco me importou, É assim que eu sou, Gabriela! Sempre Gabriela! Eu sou […]
I’m wandering round and round, nowhere to go I’m lonely in London, London is lovely so I cross the streets without fear Everybody keeps the way clear I know I know no one here to say hello I know they keep the way clear I am lonely in London without fear I’m wandering round and […]
Dessa janela sozinha Olhar a cidade me acalma Estrela vulgar a vagar Rio e também posso chorar E também posso chorar Mas tenho os olho tranqüilos De quem sabe seu preço Essa medalha de prata Foi presente de uma amiga Foi presente de uma amiga Sobre um pátio abandonado Profetas dos corredores Mortos embaixo da […]
Só louco Amou como eu amei Só louco Quis o bem que eu quis Ah!Insensato coração Porque me fizeste sofrer Porquê de amos para entender É preciso amar, porque… Só louco Amou como eu amei Só louco Quis o bem que eu quis Ah!Insensato coração Porque me fizeste sofrer Porquê de amor para entender É […]
Eu vi um menino correndo Eu vi o tempo Brincando ao redor do caminho daquele menino Eu pus os meus pés no riacho E acho que nunca os tirei O Sol ainda brilha na estrada e eu nunca passei Eu vi a mulher preparando outra pessoa E o tempo parou pra eu olhar para aquela […]
Tente passar pelo que estou passando Tente apagar este teu novo engano Tente me amar pois estou de amando Baby, te amo, nem sei se te amo Tente usar a roupa que eu estou usando Tente esquecer em que ano estamos Arranje algum sangue, escreva num pano Pérola Negra, te amo, te amo Rasgue a […]
Você é meu caminho Meu vinho, meu vício Desde o início estava você Meu bálsamo benigno Meu signo, meu guru Porto seguro onde eu voltei Meu mar e minha mãe Meu medo e meu champagne Visão do espaço sideral Onde o que eu sou se afoga Meu fumo e minha ioga Você é minha droga […]
Quantas noites natildeo durmo, A rolar me na cama A sentir tanta coisa Que a gente natildeo pode explicar Quando ama O calor das cobertas Natildeo me aquece direito Natildeo haacute nada no mundo Que possa afastar Esse frio do meu peito. Volta, Vem viver outra vez ao meu lado, Natildeo consigo dormir sem teu […]
Quando você me ouvir cantar Venha não creia eu não corro perigo Digo não digo não ligo, deixo no ar Eu sigo apenas porque eu gosto de cantar Tudo vai mal, tudo Tudo é igual quando eu canto e sou mudo Mas eu não minto não minto Estou longe e perto Sinto alegrias tristezas e […]
Uma tigresa de unhas negras e íris cor de mel Uma mulher, uma beleza que me aconteceu Esfregando a pele de ouro marrom Do seu corpo contra o meu Me falou que o mal é bom e o bem cruel Enquanto os pelos dessa deusa tremem ao vento ateu Ela me conta sem certeza tudo […]
Sonho meu, sonho meu Vá buscar quem mora longe Sonho meu Sonho meu, sonho meu Vá buscar quem mora longe Sonho meu Vá mostrar essa saudade Sonho meu Com a sua liberdade Sonho meu No meu céu a estrela guia se perdeu A madrugada fria só me traz melancolia Sonho meu Sinto o canto da […]
Respeito muito minhas lágrimas Mas ainda mais minha risada Escrevo, assim, minhas palavras Na voz de uma mulher sagrada Vaca profana, põe teus cornos Pra fora e acima da manada Vaca profana, põe teus cornos Pra fora e acima da manada… Ê, ê, ê, ê, ê, Dona das divinas tetas Derrama o leite bom na […]
Ela já não gosta mais de mim Mas eu gosto dela mesmo assim Que pena, que pena Ela já não é mais a minha pequena Que pena, que pena Pois não é fácil recuperar Um grande amor perdido Pois ela era uma rosa Ela era uma rosa As outras eram manjericão As outras eram manjericão […]
Se acaso me quiseres Sou dessas mulheres que só dizem sim Por uma coisa à toa Uma noitada boa Um cinema, um botequim E se tiveres renda Aceito uma prenda Qualquer coisa assim Como uma pedra falsa Um sonho de valsa Ou um corte de cetim E eu te farei as vontades Direi meias verdades […]
Índia, teus cabelos nos ombros caídos Negros como as noites, que não têm luar. Teus lábios de rosa, para mim, sorrindo E a doce meiguice desse teu olhar. Índia, da pele morena Tua boca pequena, eu quero beijar. Índia, sangue Tupi, tens o cheiro da flor Vem, que eu quero te dar todo meu grande […]
Nos acordes da sanfona Vou tentando esuqecer quem eu amo está tão longe E eu não sei quando vou ver Foi-se embora pra bem longe Não deixou nenhum adeus Os meus olhos sempre choram Ao lembrar dos olhos teus Mesmo estando tão distante Tenho perto em pensamento Por amar tanto assim A minha vida é […]
Solidão de manhã, Poeira tomando assento Rajada de vento, Som de assombração, Coração Sangrando toda palavra sã A paixão puro afã, Místico clã de sereia Castelo de areia Ira de tubarão, ilusão O sol brilha por si Açaí, guardiã Zum de besouro um ímã Branca é a tez da manhã Açaí, guardiã Zum de besouro […]