Home Playlist das músicas mais tocadas de "Chico Buarque"

Músicas Mais Tocadas de Chico Buarque

Maiores Sucessos de Chico Buarque:
O que será que será (ft Milton Nascimento) Top #04 (1976)
Vai passar Top #05 (1984)
Meu caro amigo Top #05 (1976)
Cálice (ft Milton Nascimento) Top #10 (1978)
Cotidiano Top #14 (1971)
Bye bye Brasil Top #20 (1979)
Apesar de você Top #38 (1976)
Isso aqui tá bom demais (ft Dominguinhos) Top #45 (1985)
Roda viva Top #45 (1967)
10° Noite dos mascarados (ft Nara Leão e MPB4) Top #49 (1966)
11° João e Maria (ft Nara Leão) Top #52 (1978)
12° Futuros amantes Top #60 (1993)
13° Construção Top #63 (1971)
14° Carolina Top #64 (1968)
15° Deus lhe pague Top #71 (1971)
16° Pedro pedreiro Top #85 (1965)
17° A Rita Top #87 (1966)
18° Olhos nos olhos Top #91 (1976)
19° Olê ola Top #93 (1966)
20° A mais bonita Top #93 (1990)
21° Quando o carnaval chegar Top #95 (1972)
22° As vitrines Top #95 (1982)
23° Vai levando (ft Caetano Veloso) Top #98 (1975)
Pai, afasta de mim esse cálice Pai, afasta de mim esse cálice Pai, afasta de mim esse cálice De vinho tinto de sangue Como beber dessa bebida amarga Tragar a dor, engolir a labuta Mesmo calada a boca, resta o peito Silêncio na cidade não se escuta De que me vale ser filho da santa […]
Meu caro amigo, me perdoe, por favor Se eu não lhe faço uma visita Mas como agora apareceu um portador Mando notícias nessa fita Aqui na terra tão jogando futebol Tem muito samba, muito choro e rock’n’roll Uns dias chove, noutros dias bate o sol Mas o que eu quero é lhe dizer que a […]
Não se afobe, não Que nada é pra já O amor não tem pressa Ele pode esperar em silêncio Num fundo de armário Na posta-restante Milênios, milênios No ar E quem sabe, então O Rio será Alguma cidade submersa Os escafandristas virão Explorar sua casa Seu quarto, suas coisas Sua alma, desvãos Sábios em vão […]
Não, solidão, hoje não quero me retocar Nesse salão de tristeza onde as outras penteiam mágoas Deixo que as águas invadam meu rosto Gosto de me ver chorar Finjo que estão me vendo Eu preciso me mostrar Bonita Pra que os olhos do meu bem Não olhem mais ninguém Quando eu me revelar Da forma […]
Todo dia ela faz tudo sempre igual Me sacode às seis horas da manhã Me sorri um sorriso pontual E me beija com a boca de hortelã Todo dia ela diz que é pra eu me cuidar E essas coisas que diz toda mulher Diz que está me esperando pro jantar E me beija com […]
Oi, coração Não dá pra falar muito não Espera passar o avião Assim que o inverno passar Eu acho que vou te buscar Aqui tá fazendo calor Deu pane no ventilador Já tem fliperama em Macau Tomei a costeira em Belém do Pará Puseram uma usina no mar Talvez fique ruim pra pescar Meu amor […]
Eu te vejo sumir por aí Te avisei que a cidade era um vão – Dá tua mão – Olha pra mim – Não faz assim – Não vai lá não Os letreiros a te colorir Embaraçam a minha visão Eu te vi suspirar de aflição E sair da sessão, frouxa de rir Já te […]
Quem me vê sempre parado, Distante garante que eu não sei sambar… Tô me guardando pra quando o carnaval chegar Eu tô só vendo, sabendo, Sentindo, escutando e não posso falar… Tô me guardando pra quando o carnaval chegar Eu vejo as pernas de louça Da moça que passa e não posso pegar… Tô me […]
Amanhã vai ser outro día Amanhã vai ser outro día Amanhã vai ser outro día Hoje você é quem manda Falou, tá falado Não tem discussão, não A minha gente hoje anda Falando de lado e olhando pro chão Viu? Você que inventou esse Estado Inventou de inventar Toda escuridão Você que inventou o pecado […]
Carolina Nos seus olhos fundos Guarda tanta dor A dor de todo esse mundo Eu já lhe expliquei que não vai dar Seu pranto não vai nada mudar Eu já convidei para dançar É hora, já sei, de aproveitar Lá fora, amor Uma rosa nasceu Todo mundo sambou Uma estrela caiu Eu bem que mostrei […]
Amou daquela vez como se fosse a última Beijou sua mulher como se fosse a última E cada filho seu como se fosse o único E atravessou a rua com seu passo tímido Subiu a construção como se fosse máquina Ergueu no patamar quatro paredes sólidas Tijolo com tijolo num desenho mágico Seus olhos embotados […]
Pedro pedreiro penseiro esperando o trem Manhã, parece, carece de esperar também Para o bem de quem tem bem De quem não tem vintém Pedro pedreiro fica assim pensando Assim pensando o tempo passa E a gente vai ficanto pra trás Esperando, esperando, esperando Esperando o sol Esperando o trem Esperando o aumento Desde o […]
Por esse pão pra comer, por esse chão pra dormir A certidão pra nascer e a concessão pra sorrir Por me deixar respirar, por me deixar existir Deus lhe pague Pelo prazer de chorar e pelo “estamos aí” Pela piada no bar e o futebol pra aplaudir Um crime pra comentar e um samba pra […]
A Rita levou meu sorriso No sorriso dela Meu assunto Levou junto com ela E o que me é de direito Arrancou-me do peito E tem mais Levou seu retrato, seu trapo, seu prato Que papel! Uma imagem de São Francisco E um bom disco de Noel A Rita matou nosso amor De vingança Nem […]
Tem dias que a gente se sente Como quem partiu ou morreu A gente estancou de repente Ou foi o mundo então que cresceu… A gente quer ter voz ativa No nosso destino mandar Mas eis que chega a roda viva E carrega o destino prá lá … Roda mundo, roda gigante Roda moinho, roda […]
Quando você me deixou, meu bem Me disse pra ser feliz e passar bem Quis morrer de ciúme, quase enlouqueci Mas depois, como era de costume, obedeci Quando você me quiser rever Já vai me encontrar refeita, pode crer Olhos no olhos, quero ver o que você faz Ao sentir que sem você eu passo […]
Não chore ainda não, que eu tenho um violão E nós vamos cantar Felicidade aqui pode passar e ouvir E se ela for de samba há de querer ficar Seu padre toca o sino que é pra todo mundo saber Que a noite é criança, que o samba é menino Que a dor é tão […]