Home Playlist das músicas mais tocadas de "Alcione"

Músicas Mais Tocadas de Alcione


Maiores Sucessos de Alcione:
Não deixe o samba morrer Top #13 (1976)
Você me vira a cabeça Top #18 (2004)
O surdo Top #32 (1976)
Meu ébano Top #34 (2005)
Sufoco Top #37 (1978)
Morte de um poeta Top #49 (1977)
Menino sem juizo Top #54 (1980)
Gostoso veneno Top #58 (1979)
O mundo é de nós dois Top #93 (2003)
Esse nosso amor É a perfeição é a união Do lado erótico sentimental O nosso amor Nasce cada dia melhor Quando eu entreguei O meu coração não imaginei Nem 10% da emoção Que eu ia encontrar Eu enlouqueci de paixão E foi assim Que achei o meu caminho junto de você E mergulhei sem medo […]
É você um negão de tirar o chapéu Não posso dar mole senão você créu Me ganha na manha e baubau Leva meu coração É você é um ébano lábios de mel Um príncipe negro feito a pincel É só melanina cheirando à paixão É, será que eu caí na sua rede ainda não sei […]
Quando eu não puder Pisar mais na avenida Quando as minhas pernas Não puderem agüentar Levar meu corpo Junto com meu samba O meu anel de bamba Entrego a quem mereça usar Eu vou ficar No meio do povo, espiando Minha escola Perdendo ou ganhando Mais um carnaval Antes de me despedir Deixo ao sambista […]
Não sei se vou aturar, esses seus abusos Não sei se vou suportar os seus absurdos Você vai embora, por aí afora Distribuindo sonhos, os carinhos que você me prometeu Você me desama, depois reclama Quando os seus desejos já bem cansados Desagradam os meus Não posso mais alimentar a esse amor tão louco, que […]
Este amor Me envenena Mas todo amor Sempre vale a pena Desfalecer de prazer Morrer de dor Tanto faz Eu quero é mais amor Este amor Me envenena Mas todo amor Sempre vale a pena Desfalecer de prazer Morrer de dor Tanto faz Eu quero é mais amor A água da fonte Bebida na palma […]
Silêncio Morreu um poeta no morro Num velho barraco sem forro Tem cheiro de choro no ar Mas choro que tem bandolim e viola Pois ele falou lá na escola Que o samba não pode parar Por isso meu povo no seu desalento Começa a cantar samba lento Que é jeito da gente rezar E […]
Amigo, que ironia desta vida Você chora na avenida Pró meu povo se alegrar Eu bato forte em você E aqui dentro do peito uma dor Me destrói Mas você me entende E diz que pancada de amor não dói Meu surdo parece absurdo Mas você me escuta Bem mais que os amigos lá do […]