Vai, Mas Vai Mesmo – Nora Ney

Vai, vai mesmo
Eu não quero você mais
Nunca mais
Tenha santa paciência
Põe a mão na consciência
Deixe-me viver em paz
Vai ou não vai

Sai de vez do meu caminho
Dê a outro o seu carinho
Me abandone, por favor
Ai, que dor
Vocé machucou meu peito
Não tem mais o direito
De mandar no meu amor