Transformados – Coral Kemuel

Olho e vejo tantas coisas que confundem minha cabeça; minha luz eles querem apagar
Muitos vivem no escuro ou em cima do muro; querem me afastar, minha luz querem apagar

Pratos e laços, beijos e abraços, sorrisos falsos que se dizem amigos com mesa pronta oferecendo o pecado, me esperando pro jantar
Pratos e laços, beijos e abraços, sorrisos falsos que se dizem amigos com mesa pronta oferecendo o pecado, me esperando pro jantar

Mas eu troco qualquer mesa, pela que no céu me aguarda
As falácias e os lampejos não irão me rotular
E levanto minha bandeira; só me defender não basta
N’ele a vida vai além disso tudo que o olho vê

Ele não vê ouro, não vê prata, seja grato
Graça, liberdade, o preço já foi pago
Sua graça, de graça, sempre dada
Diante d’ele nossos bens são nada
Por amor ele entregou seu filho
E com seu sangue nos resgatou
Sobre si levou as nossas dores
Sofreu calado, nos amou
O que você está pensando? Jogando toda sua vida fora
Com prazeres que o mundo te oferece
Depois de um tempo, oh, você esquece
Era rotulado, hoje sou lavado
Pelo sangue de Jesus!
Seu espírito habita em mim
E um novo ser, hoje sou
E o que me reveste é a sua graça
Hoje o meu tesouro o tempo não traça
Transformado hoje estou em cristo
Que me deu vida e me tirou do abismo
Não perca tempo nessa decisão
Não temos tempo pra viver em vão
Eles trazem a mesa cheia, mas tudo sem valor
E fica, aí, se alimentando de desamor
Ainda dá tempo, não vacila, não
Vale a pena ter o mundo e perder seu coração?
Ainda dá tempo, não viaja, não
Jesus está te esperando, é só abrir o coração

Com seu favor, com seu amor, o teu caminho mudará
É só abrir o coração e então você será…
Com seu favor, com seu amor, o teu caminho mudará
É só abrir o coração e então você será…
Transformado! Transformado! Transformado! Transformado!

Mas eu troco qualquer mesa, pela que no céu me aguarda
As falácias e os lampejos não irão me rotular
E levanto minha bandeira; só me defender não basta
N’ele a vida vai além disso tudo que o olho vê