Patrícia – Emilinha Borba

Quero
Quero ser chamada de querida
Quero
Quero esquecer meu dissabor
Sonho (sonho)
Sonho com as venturas desta vida
(Vida, vida, vida, vida, vida, vida, vida)
Sonho (sonho)
Sonho com as delícias do amor
(Amor, amor, amor, amor, amor, amor)

Falam que eu sou bela Patrícia
Sempra a despertar loucas paixões
Falam que meus olhos, quando olham
São ternura, são malícia
Que, com meu sorriso provocante
Eu torturo corações

Mas bem sei que sou triste Patrícia
Com a alma cheia de amargor
Pois ainda estou a esperar de alguém
Sincero amor